Motor & Cia

A era do carro elétrico – BMW i3

23 de setembro de 2016 Carros, Testes

Os carros elétricos já são uma realidade em grande parte do mundo e no Brasil essa tendência está chegando aos poucos.
Tivemos o prazer de avaliar o BMW i3, modelo elétrico da marca que faz dupla junto ao seu “irmão maior” i8.

bmw-i3-fotos-54
O carro é compacto e oferece um design bem “futurista”, com linhas arrojadas e exóticas. As portas traseiras com abertura na direção oposta e ausência de colunas, oferecem o acesso prático ao amplo interior, além de ser uma característica marcante do carro, que por sinal tem o habitáculo completamente “clean” e prazeroso.

Conta com rodas de aro 19, montadas em pneus 155/70 no eixo da frente e 155/65 no de trás, um tamanho um tanto quanto exótico e inédito. Ao olhar o carro de frente é perceptível – e estranho, ver o quão estreito é o pneu,  provavelmente para diminuir o atrito com o asfalto.

bmw-i3-fotos-642

A primeira grande surpresa ao entrar no carro é de fato o espaço interno, com o câmbio na coluna – do lado direito do voltante, o espaço interno é ainda mais agradável e confortável, apesar de externamente aparentar ser um carro pequeno.

Seu acabamento é de fino trato contando com materiais recicláveis, mais um ponto positivo para o quesito sustentabilidade. Um show a parte para as partes em fibra de carbono expostas.

A segunda surpresa e a mais impactante é ao ligar o carro, onde não se ouve som algum devido ao seu motor elétrico. Logo na primeira volta é uma experiência incrível, não se ouve absolutamente NADA, apenas o vento e o pneu em atrito com o asfalto. Uma sensação única!

bmw-i3-fotos-607

bmw-i3-fotos-615
O motor elétrico conta com 170cv e 250Nm de torque somados a uma carroceria de fibra de carbono que o deixa leve e com uma ótima relação peso/potencia. O torque máximo está disponível desde o arranque, uma característica típica dos motores elétricos, não sendo necessário atingir um determinado nível de giros do motor, como acontece nos motores de combustão. É Incrível como ele é esperto e ágil, o BMW i3 acelera de 0 a 60 km/h em menos de 4 segundos, atingindo os 100 km/h em apenas 7,9 segundos.

bmw-i3-fotos-338

O fornecimento de energia elétrica para propulsão, bem como para outras funcionalidades do veículo, é proporcionado por uma bateria de íons de lítio de alta tensão especialmente desenvolvida para definir novos padrões de referência em termos de eficiência energética. É possível rodar com o carro em três diferentes modos de pilotagem: COMFORT, ECO PRO e ECO PRO+.

bmw-i3-fotos-600

01

bmw-i3-fotos-656

No modo de direção COMFORT, que apresenta as configurações predefinidas, o BMW i3 apresenta uma autonomia de até 160 km e no modo ECO PRO, que permite um consumo de energia inferior graças às características ajustadas do pedal do acelerador, é possível aumentar a autonomia em cerca de 20 km. Já o modo ECO PRO+ está orientado para uma autonomia superior e por essa razão, a velocidade máxima do BMW i3 é limitada a 90 km/h nesse modo de direção e os componentes que consomem energia elétrica, como o aquecimento e o ar-condicionado, são alterados para o modo de economia de energia. Quando comparado com o modo COMFORT, o modo ECO PRO+ permite uma autonomia adicional de 40 km.

Já na prática, percebemos que esses numeros não eram fiéis, já que no modo COMFORT o máximo que conseguimos ter em autonomia foi em torno de 115km.

Junto ao carro, vem um cabo de carregamento onde eu pode ser carregar na tomada da minha própria garagem – fantástico não? Com a bateria quase totalmente descarregada ele demorou em torno de 7 horas para completar 100% da carga. No fim do mês eu avaliei a conta de energia e constatei que ele gastou R$15,00 para carregar a noite toda, colocando na ponta do lápis é um ótimo custo beneficio a longo prazo.

Já nos pontos de recarga rápida, de acordo com a fábrica o tempo de recarga é em torno de 2 horas e meia.

bmw-i3-fotos-498

o i3 não sai por menos de R$ 169.990 e com certeza é um valor considerável a ser pensado, mesmo sendo muito mais econômico. A grande barreira que os veículos elétricos enfrentam hoje no Brasil é a falta de postos de recarga, ou Eletropostos, já que não existe nenhuma regulamentação para tal atividade. Sendo assim o proprietário de um carro elétrico fica limitado a tomada da sua casa, ou até mesmo do escritório, limitando o uso em apenas deslocamentos urbano e impedindo viagens acima de 100km.

O futuro – carro elétrico, já é uma realidade, e sinceramente acredito que não irá demorar muito para a transição dos carros a combustão seja feita para os elétricos.

Sou fan de carros, de barulho, e cheiro de gasolina, mas admito, a experiência de andar em um carro elétrico é fantástica!

02

Texto: Rodrigo Wood
Fotos: Rodrigo Wood | Renan Roberto